Confira 11 curiosidades sobre sex shop | Blog Poder & Sedução

As lojas de sex shop e seus produtos revolucionaram como as pessoas se relacionam intimamente e são aliados na busca pelo prazer nos dias de hoje.

Além de ajudar a quebrar tabus e na melhora da sexualidade. Portanto, conheça mais sobre esse universo com curiosidades interessantes.

1.Vergonha de ir em um sex shop

Muitas pessoas ficam receosas em entrar nas lojas de sex shop, encontrar algum conhecido, ser visto escolhendo produtos ou falar com os vendedores. Isso cria uma barreira envolta de pudor, constrangimento e vergonha.

2.Alternativas nas lojas online e venda P a P

No entanto, o surgimento da internet e do e-commerce foi um avanço para pessoas que têm curiosidade em experimentar produtos. Além disso, vendas porta a porta se tornaram uma alternativa.

Segundo dados da ABEME (Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico), 80 mil pessoas mudaram de profissão para fazer esse trabalho no Brasil.

3.Venda online combina com artigos eróticos

O Lovehoney é um dos maiores sex shop online e foi lançado em 2003. Desde então, apresentou crescimento de 35% anuais progressivos.

Segundo o co-fundador Richard Longhurt comprar online é perfeito. É discreto, não existe possibilidade de cruzar com alguém conhecido ou existe a necessidade de falar com um vendedor pessoalmente.

4.Primeiro sex shop do mundo

Segundo recortes históricos, a primeira loja de sex shop do mundo é da Alemanha. Em 1962, uma mulher chamada Beate Uhse vendia lingeries, livros e produtos farmacêuticos que excitavam.

5.Quem compra uma vez sempre volta

Depois que as pessoas derrubam a barreira da vergonha e testam algum produto o efeito é sempre positivo e elas voltam para comprar mais alguma coisa.

6.Cosméticos sensuais são os líderes de venda

Óleos que esquentam, produtos que excitam, vibram, facilitam o sexo, ajudam na ejaculação precoce, fornecem uma ereção duradoura e potente, entre outros cosméticos são os que mais fazem sucesso no Brasil.

7.Casais e trisais compram mais

Os artigos eróticos acabam se tornando um mediador na relação. Ajudam a sair da rotina, apimentar e dar um up no sexo.

A maioria dos clientes de lojas sex shop estão em um relacionamento e compram coisas para usar com seus parceiros/as.

8.Europeus e americanos são mais abertos

50% dos homens já usaram um brinquedo sexual nos Estados Unidos. Já na Itália, por exemplo, 70% dos homens e mulheres já tiveram uma experiência com artigos eróticos.

9.Mercado é lucrativo a nível mundial

Segundo dados da BBC, o lucro do mercado erótico global foi de 18 bilhões de libras apenas em 2017 com crescimento de 10% a 15% ao ano.

10.Feminismo ajudou mercado erótico

O movimento do feminismo ajudou a quebrar tabus quanto a sexualidade e levou benefícios para o mercado erótico por conta das ideologias da libertação e do empoderamento sexual das mulheres.

11.China é produtora de 70% dos brinquedos

Não importa se comprar um apetrecho no Brasil, Estados Unidos ou qualquer lugar da Europa. A possibilidade de comprar um fabricado na China são altas e o país é um dos principais fornecedores mundiais de produtos de sex shop.